Aprender Fácil Rápido e Prático
Aprenda a Ganhar
Dinheiro na sua própria
casa com o fabrico de
Confeitaria e Doçaria
Aprender a Fabricar Melindres na sua própria casa
Aprender a fabricar e a vender confeitaria e doçaria com métodos práticos. Aprenda a Ganhar dinheiro na sua própria casa
Melindres Napolitanos

Quilo e meio de açúcar amarelo; um quilo de amêndoas doces
pisadas; cinquenta gramas de canela em pó; sessenta gramas de
casca de limão ralado; dois quilos de farinha de trigo; duzentos
gramas de noz moscada, cravos da Índia e uma pitada de pimenta.
Amassa-se tudo em água fria e deixa-se repousar durante cinco
horas. Sendo necessário, adiciona-se-lhe mais alguma farinha.
Melindres Imperiais

Quilo e meio de açúcar em ponto de rebuçado, meio quilo de amêndoas doces bem pisadas e oitenta gemas
de ovos.
Juntam-se ao açúcar as amêndoas e as gemas e deixam-se ferver somente até estarem cozidos os ovos,
tendo batido bem aquelas e mexendo sempre tudo bem. Retira-se do lume, adicionam-se-lhe algumas gotas
de essência de flor de laranjeira e continua a bater-se bem, até a pasta se tornar manejável.
Formam-se então os melindres, banham-se com gemas de ovos batidas com açúcar, polvilham-se com
grangeia e levam-se a forno moderado.

Melindres à Mexicana

Um quilo de biscoitos moídos; dois quilos de açúcar grosso; dois quilos de amêndoas doces pisadas; quatro
gramas de canela em pó; sessenta gramas de cravo-da-índia pisado; meio quilo de manteiga de boa
qualidade; dois quilos de mel; dez dúzias de gemas de ovos e um decilitro de vinho da Madeira.
Levam-se ao lume, a limpar, o açúcar e o mel misturados, até ao ponto de rebuçado. Adicionam-se os
restantes ingredientes, mexe-se bem até a massa descolar da caldeira e retira-se do lume.
Formam-se então os melindres, banhando-os em creme branco ou em chocolate, e levam-se ao forno forte
para corarem.

Melindres à Espanhola

Um quilo de açúcar levado a ponto de espadana; dois quilos de amêndoas doces pisadas; trinta e dois gramas
de canela em pó; oitenta gotas de água de flor de laranjeira, e quarenta gotas de essência de cidra.
Leva-se tudo ao lume, numa caldeira, menos o açúcar, e só depois de formar uma massa homogénea se
adiciona aquele, mexendo até que fique tudo muito bem ligado.
Retira-se então do lume; formam-se os melindres sobre papel colocado em ferro untado com manteiga e levam-
se a forno forte, a corarem. Retiram-se e banham-se em açúcar branco ou em chocolate.
Esses melindres diferem dos demais por terem a configuração de um “S”.
Melindres Abiscoitados

Meio quilo de amêndoas doces bem pisadas; dois quilos de açúcar fino; um quilo de farinha de trigo; cento e
oitenta gramas de essência de cravinho e duas dúzias de ovos. Batem-se as claras a ponto de neve e
juntam-se-lhes as gemas, sem deixar de bater. Estando tudo bem misturado, adicionam-se-lhe a essência
depois o açúcar, as amêndoas e, por último, a farinha.
Fabrica-se uma pasta manejável e formam-se os melindres, banhando-os com gema de ovo batida com
açúcar.
Polvilham-se com grangeia e levam-se ao forno.



Melindres de Avelãs

Dois quilos de açúcar, levado a ponto de rebuçado; duzentos e cinquenta gramas de amêndoas doces
pisadas; igual peso de avelãs torradas e moídas; meio quilo de biscoito moído e o mesmo peso de manteiga
fina; quatro gemas de ovos e quatro claras.
Amassa-se tudo muito bem; batem-se as claras a ponto de neve e adicionam-se-lhes as gemas, batendo
sempre. Logo que estejam bem misturadas, juntam-se-lhes a essência, depois o açúcar, seguidamente as
amêndoas e por último, a farinha.
Faz-se uma pasta manejável, formam-se os melindres, levam-se a forno forte, retiram-se e banham-se em
açúcar branco ou em chocolate.