Aprender Fácil Rápido e Prático
Deixe de Ressonar com
métodos saudáveis e
práticos
Ressonar, Como Parar
Aprender a deixar de ressonar com métodos fáceis e saudáveis. Método e Tratamento do Ressonar para gente prática
A história da Ana não é extraordinária.

A maioria de nós leva um grande choque na vida
quando aprendemos que o nosso parceiro ou parceira
ressona ou ronca fortemente. Você sabe que este
problema terá um grande impacto sobre sua vida
como casal.

Portanto, antes do divórcio, leia os parágrafos
seguintes e tente entender as razões por trás do
ressonar. Recomenda-se olhar para as todas as
opções para resolver o problema.
O João e Ana são recém-casados. Após o seu casamento,
ambos dirigiram-se para a sua cama conjugal esgotados.

De repente, a Ana acorda por causa de um som perturbador ...
Como ela se inclinou para o João, o som se tornou mais alto!
Meus Deus! O João
ressona! E não é apenas um tipo de
ronco, é do tipo de ronco que pode mexer com os seus miolos!
Frustrada, ela caiu na cama, esperando pacientemente que ele
parasse.

Mas ai de mim! O João já está no mundo dos sonhos.
Derrotada, ela pega no seu travesseiro e se dirige para o sofá,
onde ela provavelmente vai dormir para o resto da noite ... ou
para o resto da sua vida de casada!
O ronco é o som produzido pela vibração da obstrução das vias aéreas superiores, especialmente durante o sono.

Este som é produzido pelo fluxo turbulento de ar, uma vez que encontra resistência nas passagens aéreas estreitas.

Isso ocorre tanto durante a inspiração ou expiração. Às vezes, o som pode ser macio, que não é normalmente
alarmante, mas há casos em que ele pode ficar alto e realmente irritante. As estruturas normalmente envolvidos durante o ronco
são o palato mole e a úvula.
Para a maioria das pessoas que roncam ou ressonam, este distúrbio do
sono corresponde a eventos obstrutivos de muitos anos. As razões por
trás desta condição, devem estar nas seguintes opções:


a.
Fraqueza do músculo da garganta
Os músculos da garganta são os que controlam a onda de ar que entra
nas suas vias aéreas. Se os músculos da garganta são fracos ou
perderam seus tônus muscular, provocam o colapso ou descaimento da
faringe. A entrada de ar torna-se turbulenta, causando obstrução do
fluxo aéreo, que se manifesta pelo ronco.

b.
Mau posicionamento da mandíbula
Tensão nos músculos da mandíbula também contribui para o fluxo
irregular das passagens das vias aéreas.

c.
O excesso de gordura no pescoço e em torno da garganta
O excesso de gordura no pescoço e ao redor do pescoço também pode
causar o bloqueio das passagens aéreas

d.
Obstrução nasal
Obstrução nasal ou congestão predispõe o indivíduo a respirar pela
boca, causando o ronco.

e.
Ingestão de álcool ou drogas
Substâncias que relaxam os músculos da garganta, como álcool e
drogas devem ser evitadas. Estes produtos químicos causam o colapso
parcial dos músculos da faringe, resultando em obstrução das vias
aéreas.

f.
Deitar de barriga para cima
Dormindo de barriga para cima coloca a língua contra a parede posterior
da faringe pela ação da gravidade, bloqueando o fluxo de ar nas suas
passagens aéreas.

Geralmente, se o ronco não afeta a sua vida ou a do seu parceiro ao
dormir, então não é um problema significativo. No entanto, se o ressonar
interfere com suas atividades diárias e de saúde, uma consulta ao
médico é imperativa.